A mulher moderna!

A mulher moderna que trabalha, administra seu lar e tem um estilo de vida muito dinâmico, tem poucos momentos para atividades mais tranquilas. Em função disso, tem como consequência além do estresse, o sedentarismo e a alimentação inadequada. O estresse gerado por conta deste cotidiano, a ausência de atividade física adequada e regular, faz com que a mulher seja exposta a maior ansiedade, depressão, e até mesmo aumentando o risco de doenças cardiovasculares. A alimentação desequilibrada é outro fator agravante, pois devido ao aumento nas atividades mentais, necessitam ainda mais da garantia de consumo diário adequado de vitaminas e sais minerais. Outro mineral importante que não deve faltar na alimentação é o cálcio, especialmente em função do risco de osteoporose ser maior nas mulheres devido às questões hormonais. Já as fumantes, também necessitam de mais vitamina C para evitar os danos do excesso dos radicais livres causados pelo cigarro. Quando a alimentação balanceada e a atividade física estão presentes no dia a dia, há um equilíbrio que proporciona mais tranquilidade, menos estresse e mais disposição.

Em cada fase da vida as necessidades são diferenciadas:

Adolescência (12 a 18 anos) Fase de grandes modificações físicas, fisiológicas e psicológicas. Requer mais energia e nutrientes. Período de perdas menstruais importantes e definição dos hábitos alimentares. Deficiências nesta fase podem causar anemia, avitaminose, fadiga e baixo rendimento escolar. Nutrientes necessários: proteínas, ferro, cálcio, zinco, cobre e vitaminas A, C, D e E. Adulta (19 a 40 anos) Maior evidência da TPM, obstipação, preocupação com a estética (peso e envelhecimento da pele), cuidados preventivos para o câncer de mama. Época ideal para gestação. Nutrientes necessários: soja integral, fibras e antioxidantes como zinco, selênio, vitamina C e E, ferro, cálcio, magnésio e ácido fólico. Pré-menopausa (41 a 55 anos) Fase de mudanças e transição (climatério), alterações físicas, musculares, menstruação irregular, início dos sintomas da menopausa. Nutrientes necessários: fibras, cálcio, vitamina D e antioxidantes como zinco, selênio, vitaminas A, C e E. Pós-menopausa (acima de 55 anos) Redução do hormônio estrógeno endógeno, sintomas da menopausa, perda de massa muscular, perda de massa óssea com riscos para osteoporose, aumento do colesterol total, colesterol LDL e triglicerídeos elevando o risco de doenças cardíacas, risco para câncer de mama, cólon, diabetes e obstipação crônica. Nutrientes necessários: soja, fibras, cálcio, vitamina D e antioxidantes: vitaminas A, C e E, zinco e selênio. O lema é ser bonito e saudável de dentro para fora.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square